segunda-feira, 20 de julho de 2009

BIOSFERA: atualidade

Porto de santos recebe mais 25 contêineres com lixo da Inglaterra

Por Fabiano Fachini

Na última sexta-feira a alfândega interceptou mais 25 contêineres contendo lixo doméstico importado da Inglaterra, no Porto de Santos, litoral de São Paulo. No último dia 7, já haviam sido encontrados outros 26 contêineres. Somados, o porto recebeu 51 contêineres com aproximadamente 670 toneladas de lixo doméstico. Além das unidades de lixo encontradas em Santos, há outras no Rio Grande do Sul (40), no Porto de Rio Grande e em Caxias do Sul (8), totalizando 768 toneladas.

A chefe regional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de São Paulo, Ingrid Oberg, considera necessária uma investigação para se constatar a participação de uma quadrilha internacional de exportação de lixo.

De acordo com o Ibama, são quatro empresas as responsáveis pela importação dos produtos.
Em todos os casos, as empresas importadoras, duas sediadas no Rio Grande do Sul e duas em São Paulo, informaram originalmente que a carga era composta por polímeros de etileno e resíduos plásticos. No Rio Grande do Sul, uma das empresas notificada pelo Ibama já se prontificou a devolver os contêineres com lixo. Todas serão multadas pelo instituto.

O Ibama encaminhou denúncia ao Ministério Público Federal (MPF) e à Polícia Federal para investigar se houve má-fé da empresa importadora. No material encontrado, estariam pilhas, seringas, camisinhas, fraldas usadas e restos de comida.

video

Detalhes da história:
1- Outro assunto que vem à tona com essa questão do material chegado da Inglaterra, é o índice de reciclagem plástica realizada no Brasil. Segundo levantamento do Instituto Socio-ambiental Plastivida, atualmente o Brasil recicla cerca de 960 mil toneladas de plástico por ano. O número representa aproximadamente 20% do total de lixo plástico produzido.

2- O governo britânico anunciou ontem (19-07-09) que os contêineres com 1,4 mil toneladas de lixo ilegalmente enviadas para o Brasil retornarão à Inglaterra.

3- O governo brasileiro destacou a existência da Convenção Internacional da Basileia, da qual Brasil e Inglaterra são signatários, que proíbe a exportação de lixo tóxico para outros países. Ou seja, a Inglaterra irresponsavelmente descumpriu essa diretriz da Convenção.

Fonte do Vídeo: SPTV, Rede Globo (retirado do YouTube)

Nenhum comentário: