sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

BIOSFERA - Especial COP15

Lula chama atenção com discurso forte na COP15. Obama decepciona.


por Thiago Toledo


Com palavras duras e contundentes, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o país está disposto a fazer "sacrifícios" e participar com dinheiro na busca de frear o aquecimento global. Aplaudido diversas vezes pelos participantes da Conferência do Clima em Copenhague, mostrou desapontamento com as autoridades, principalmente com a das grandes potências.

Durante a madrugada, Lula e o presidente da França, Nicolas Sarkozy convocaram uma reunião emergencial com as lideranças de vários países, em busca de se apressar um acordo neste último dia de cúpula. Com isso, o fiasco que poderia ser retumbante, pode acabar com um acordo modesto entre as nações.

Lula fez questão de salientar em seu discurso os esforços que o Brasil tem feito, e como países pobres africanos, latinoamericanos e alguns asiáticos sofrem sem o desenvolvimento adequado.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por sua vez, fez um discurso aquém das expectativas. Não trouxe nada de novo e apenas pediu que se apressasse a elaboração de um documento em prol do clima, como se ele tivesse feito algum esforço para que isso se concretizasse.

Seu discurso limitado decepcionou os demais participantes, contudo, é importante deixar claro que, por mais que as ações climáticas ao redor do mundo por parte dos E.U.A sejam limitadas, dentro do país a imagem é outra. O governo, para os americanos, tem feito um trabalho forte no controle de emissões. Mas não foi o que pareceu na COP15.

A imagem do presidente americano sai arranhada pela falta de comprometimento. Já Lula sai fortalecido e consegue, além de contornar a imagem do Brasil (que foi machucada pelas últimas declarações da ministra da Casa Civil Dilma Roussef), um papel de liderança global ainda mais forte. E todos nós sabemos que além da questão ambiental e econômica desta conferência, o aspecto político foi o determinante e fez os governos do Brasil e da França voltarem para casa de primeira classe.


ABAIXO O VÍDEO COM O DISCURSO DO PRESIDENTE LULA.


video

Nenhum comentário: